This page contains a Flash digital edition of a book.
Estudava que nem louco e acabei ten- nada quando era novo, só tocava
do uma tendinite no braço. Quando o violão. Era um prazer enorme des-
Raphael foi gravar comigo, em 1992, cobrir tudo isso. Hoje gosto de fazer
estava com esse problema. Disse então muitas coisas diferentes. Agora estou
que podia gravar e tocar qualquer coi- montando uma casa na árvore para
sa, mas não dava para fi car estudando. a minha fi lha. Estou fabricando essa
Então fi zemos coisas que conhecia, casa, compro as madeiras, vou lá,
fáceis de pegar, porque não dava para corto, monto, aparafuso, colo. Esta-
eu sentar e desenvolver peças difíceis. va ali agora desenhando como vai ser
Tocamos coisas difíceis, mas coisas que a parede. Gosto de mexer com meus
eu sabia. As que não sabia eram tran- carros, pintar a casa com minha mu-
qüilas, ou então ele fazia a melodia e eu lher, adoro fazer coisas que não são
a improvisação. A história desse disco relacionadas com música. Tudo o
foi meio assim. que você faz na vida, as pessoas que
conhece, acaba refl etindo no seu
> Nos seus improvisos, você som. Moro em um lugar muito lin-
praticamente esgota o vocabulário do, em frente a um lago, isso é uma
do instrumento. Tem alguma inspiração muito grande para mim.
coisa que você segue, tipo escalas, Eu acordo de manhã e tem um cisne
“Gosto de mexer com meus
progressões? passando. Isso conta como um estu- carros, pintar a casa com minha
No improvisos existe muita escala maior. do para mim, não é um estudo de
mulher e fazer coisas que não
Uma vez o Nilson Matta me perguntou técnica, mas conta como inspiração.
são relacionadas com música.
Tudo o que você faz na vida
sobre improvisação e eu respondi: “Você
acaba refl etindo no seu som”
sabe escala maior?”. Ele fi cou bravo co- > O que você tem de projetos novos?
migo! A escala maior, junto com a escala Tenho um disco novo que lancei
diminuta, ajudam muito, são básicas. A em novembro. É um disco que gra-
escala de blues (pentatônica menor) é vei sozinho no estúdio, com vários
parte de uma escala maior. E a quinta overdubs. Toquei violão, guitarra
diminuta da escala pentatônica blues é elétrica, cavaquinho, violão fretless,
da escala diminuta. Você tem de usar violão com sintetizador MIDI. O
tudo isso. É como o George Benson disco chama-se Softly, só com músi-
falou, você tem um ponto inicial e um cas suaves.
ponto onde quer chegar. Ali no meio
vale tudo. Tento não repetir muito os > Para fi nalizar, você pensa em
licks. Se você toca licks muito longos, o gravar um CD de violão solo?
pessoal sente que é um lick, um negócio Eu gostaria de fazer. Nunca pensei
preparado. O bom é fazer um pouco de nisso antes, porque sempre toquei
cada coisa, mas fazer uma coisa musi- em grupos ou em duos. Mas cada
cal, ouvir o que está fazendo, para não vez mais venho tocando algumas coi-
fi car didático demais. Como estudava sas solo no meio dos shows e tenho
muito sozinho, fui naturalmente para gostado muito dessa onda, de poder
o caminho de defi nir as harmonias. A fazer tudo o que quiser. E é um tipo
maioria das pessoas que vai aos shows de disco que ainda não fi z.
não é músico. Quando você defi ne um
pouco mais a harmonia nos seus solos,
chega até as pessoas melhor. Elas não sa-
bem por que, mas entendem melhor e
participam também do seu solo.
> Existe inspiração para você? Site
Eu estudei muito, não fazia mais www.romerolubambo.com
29
ROMERO.indd 29 8/9/07 7:21:39 PM
Page 1  |  Page 2  |  Page 3  |  Page 4  |  Page 5  |  Page 6  |  Page 7  |  Page 8  |  Page 9  |  Page 10  |  Page 11  |  Page 12  |  Page 13  |  Page 14  |  Page 15  |  Page 16  |  Page 17  |  Page 18  |  Page 19  |  Page 20  |  Page 21  |  Page 22  |  Page 23  |  Page 24  |  Page 25  |  Page 26  |  Page 27  |  Page 28  |  Page 29  |  Page 30  |  Page 31  |  Page 32  |  Page 33  |  Page 34  |  Page 35  |  Page 36  |  Page 37  |  Page 38  |  Page 39  |  Page 40  |  Page 41  |  Page 42  |  Page 43  |  Page 44  |  Page 45  |  Page 46  |  Page 47  |  Page 48  |  Page 49  |  Page 50  |  Page 51  |  Page 52  |  Page 53  |  Page 54  |  Page 55  |  Page 56  |  Page 57  |  Page 58  |  Page 59  |  Page 60  |  Page 61  |  Page 62  |  Page 63  |  Page 64  |  Page 65  |  Page 66  |  Page 67  |  Page 68
Produced with Yudu - www.yudu.com